quinta-feira, 31 de maio de 2012

3ª Série do E.M. - "Aulão" de Filosofia/Sociologia

Aulão temático de Filosofia e Sociologia
para os alunos da 3ª Série EM do Colégio Magnum
Através das discussões dos filósofos e sociólogos contemporâneos, como Bertrand Russell, Max Weber e Norberto Bobbio, é que os alunos da 3ª Série E.M. do Colégio Magnum Agostiniano - Unidade Cidade Nova - em Belo Horizonte, Minas Gerais, puderam aprofundar, no AULÃO, as relações de poder vividas na sociedade, tema muito discutido nas provas do ENEM. A área de Ciências Humanas e suas Tecnologias conta com duas importantíssimas ciências: Filosofia e Sociologia.


Os alunos tiveram um aulão de 4 horas aula
Política  Dos Gregos à Contemporaneidade
 O professor Leonardo Oliveira de Vasconcelos alerta sobre a importância da análise filosófica e sociológica para uma maior compreensão de fatos históricos e análises geopolíticas, no espaço e no tempo, uma vez que é próprio da abordagem filosófica e sociológica fazer a ligação entre as diversas áreas do conhecimento em Ciências Humanas.

Esforço físico e mental, para compreender as abordagens filosóficas
Abordagem temática da Filosofia de acordo com o Programa de Filosofia da UFMG

O segredo para um bom resultado é esse
Fonte: http://www.magnum.com.br/cidade_nova/noticias/3a-serie-do-e-dot-m-aulao-filosofia-slash-sociologia

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Economia Filosófica - Uma visão artística e um tanto ousada de quem está começando


Economia Filosófica - Uma visão artística e um tanto ousada de quem está começando

Luís Felipe Finelli Zólio
Aluno do 2° Período do Curso de Ciências Econômicas da PUC Minas 

   O estudo da filosofia é fundamental na formação pessoal do indivíduo, já que reflexões filosóficas comprovadamente nos elevam para um nível de percepção sobre o mundo e as coisas muito mais claro e consistente. Mas afinal, a filosofia tem aplicação prática e profissional? Como a filosofia dos antigos gregos ou a moderna racionalidade dos iluministas europeus ajudariam um profissional da área de economia a ser melhor?
  A resposta é ao mesmo tempo fácil e complexa de se responder. Diretamente não tem função, já que ler o mito da caverna não ajuda ninguém a derivar a curva IS-LM de Keynes, e nem o ‘’Édipo’’ de Sófocles ajuda algum economista a deslocar taxa de inflação pra baixo tentando não aumentar o desemprego.
  Porém indiretamente a filosofia está em todas as coisas, afinal, uma ciência que nos ensina a pensar, não deve ser totalmente descartável, ou você nunca usou o empirismo de Bacon para se queimar no fogo pela primeira vez, para descobrir que machuca?
  Pode parecer que não, mas sem a lógica socrática, os problemas matemáticos realmente seriam grandes problemas, e o que seriam das formulas macro e micro econômicas, se suas raízes não estivem bem na escola de Aristóteles? E o que dizer então sobre o metódico Descartes. ‘’O discurso do método’’ inspira ate mesmo o mais desinteressados do mundo acadêmico a vasculharem alguns livros.
  Talvez muitos não tenham lido as obras de Kant, mas provavelmente todas as pessoas já fizeram questionamentos sobre moral: moral nos negócios, moral na gerência, moral entre pessoas e outras mais. Será que se nossos governantes, diga-se de passagem, muitos são economistas, teriam chegado aonde chegaram, sem o ‘’Príncipe de Maquiavel’’? Será que teríamos tantos problemas com a ética dos políticos, se esses mesmos tivessem lido ‘’Ética’’ de Espinosa?
  E o que podemos dizer da religião? Do discurso de fé x razão? Dos argumentos cristãos de Agostinho, e dos argumentos nada cristãos de Nietzsche. Se você já se questionou sobre a existência de Deus ou de milagres, ou da criação e evolução, você já filosofou a respeito desse assunto.
  Pode parecer irrelevante a percepção dos sentidos, a função da filosofia, mas ela está ‘’entranhada’’ nas entranhas de todas as coisas, as bases do pensamento, a fundamentação de todos os conhecimentos, tudo é baseado nessa ciência. Talvez muitos economistas não entendam a real importância dessa matéria, matéria da qual o grande Karl Marx era formado, isso mesmo, economista e filósofo, tudo ao mesmo tempo, tudo na mesma pessoa.
  Talvez muitos economistas não saibam, que as suas decisões mais moderadas, se referem a Apolo, e as mais ousadas a Dionísio, talvez não saibam, que as decisões mais racionais, se referem a Parmênides e que as mais sensitivas se referem a Heráclito. Talvez por falta de interesse, ou por falta de percepção, percepção da qual William Blake dizia ser o caminho para o infinito de conhecimento. Mas quem sabe as pessoas só estejam precisando de uma auto avaliação? Ou quem sabe da ‘’Metamorfose’’ de Kafka? Para que assim possam enxergar o mundo de outro ângulo, para quem sabe se libertarem dessas ‘’correntes de Prometeu’’, ou desse “Inferno de Dante’’ que as impede de enxergar um céu chamado Filosofia.

Luís Felipe Finelli Zólio
Aluno do 2° Período do Curso de Ciências Econômicas da PUC Minas 

Pensamentos

"Conhece a ti mesmo." Sócrates --"A linguagem é a morada do Ser." Heráclito -- "O homem é a medida de todas as coisas." Protágoras -- " Penso, logo existo. " René Descartes -- " O Mundo é minha representação sobre ele. " Artur Schopenhauer -- " Ai ai, o tempo dos pensadores parece ter passado! " Soren Kierkaard -- "Sobre aquilo que não pode ser dito deve se calar.” Ludwig Wittgenstein -- "O Ser é um horizonte de possibilidades." Martin Heidegger -- "A essência precede a existência." Jean Paul Sartre -- " A esperança floresce senão sobre o solo do desespero. " Gabriel Marcel "A razão e a sabedori falam. O Erro e a ignorância gritam." Sto. Agostinho "A melhor lição é o exemplo." Sto. Agostinho