sábado, 3 de dezembro de 2011

ÁREA: HUMANAS - PREPARAÇÃO PARA VESTIBULAR 2ª ETAPA DA UFMG 2012 - PROVA DE FILOSOFIA

PROJETO EMC - VILLA DOS DONS - ESPAÇO MULTIFUNCINAL
BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS
ÁREA: HUMANAS - PREPARAÇÃO PARA 2ª ETAPA DO VESTIBULAR UFmG 2012
DISCIPLINA: FILOSOFIA
PROF. LEONARDO OLIVEIRA DE VASCONCELOS

RESPONDA ÀS QUESTÕES ABAIXO, EM FOLHA SEPARADA PARA ENTREGAR.
DATA DE ENTREGA: 05 / 12 / 2011 (SEGUNDA-FEIRA)

TEXTO:
ARENDT, Hannah. A Crise na Educação. In: Entre o Passado e o Futuro. Trad. Mauro W. Barbosa. São Paulo: Editora Perspectiva, 2000, pp. 221-247.
  QUESTÃO 01. Leia atentamente o trecho a seguir:

            (...) se compararmos essa crise na educação com as experiências políticas de outros países no  
             século XX, com a agitação revolucionária que se sucedeu à Primeira Guerra Mundial, com os
             campos de concentração e de extermínio, ou mesmo com o profundo mal-estar que, não
             obstante as aparências contrárias de propriedade, se espalhou por toda a Europa a partir do
             término da Segunda Guerra Mundial, é um tanto difícil dar a uma crise na educação a
             seriedade devida.

                                                 ARENDT, Hannah. A crise na educação. Entre o passado e o futuro
                                                       São Paulo: Perspectiva, 1972, p. 222.

Com base nas ideias expostas no trecho, REDIJA um texto, explicando as origens da crise na
educação. (Mínimo de 15 e máximo de 20 linhas) 

QUESTÃO 02. Leia a frase

        Para a América o fator determinante sempre foi o lema impresso em toda nota de dólar - 
             Novus Ordo Seclorum, Uma Nova Ordem do Mundo.
                                                   ARENDT, Hannah. A crise na educação. Entre o passado e o futuro.
                                                        São Paulo: Perspectiva, 1972, p. 224.

Com base nas ideias expostas no trecho e no pensamento de Hannah Arendt, REDIJA um texto,

Vita brevis,
tempus fugit.

Prof. Leonardo
explicando o porquê que a crise na educação é de ordem mundial e não de um determinado
país (Mínimo de 15 e máximo de 20 linhas).

QUESTÃO 03. Com base nas ideias do texto A crise na educação de Hannah Arendt, APONTE
abaixo duas consequências do pragmatismo americano para a crise da educação Americana.

1ª CONSEQUÊNCIA:

____________________________________________________________________________

2ª CONSEQUÊNCIA:

_____________________________________________________________________________

Pensamentos

"Conhece a ti mesmo." Sócrates --"A linguagem é a morada do Ser." Heráclito -- "O homem é a medida de todas as coisas." Protágoras -- " Penso, logo existo. " René Descartes -- " O Mundo é minha representação sobre ele. " Artur Schopenhauer -- " Ai ai, o tempo dos pensadores parece ter passado! " Soren Kierkaard -- "Sobre aquilo que não pode ser dito deve se calar.” Ludwig Wittgenstein -- "O Ser é um horizonte de possibilidades." Martin Heidegger -- "A essência precede a existência." Jean Paul Sartre -- " A esperança floresce senão sobre o solo do desespero. " Gabriel Marcel "A razão e a sabedori falam. O Erro e a ignorância gritam." Sto. Agostinho "A melhor lição é o exemplo." Sto. Agostinho