sábado, 31 de outubro de 2009

O homem, um ser consciente

COLÉGIO MAGNUM AGOSTINIANO
BELO HORIZONTE - MG
DISCIPLINA: FILOSOFIA
PROF.: LEONARDO OLIVEIRA DE VASCONCELOS
TURMA: 9ª SÉRIES (EF)

O termo consciência é de uso freqüente na linguagem diária. Vejamos o que ele significa nas seguintes situações:

1. Paulo perdeu a consciência. [ consciência psicológica ]

2. Paulo agiu de acordo com a sua consciência. [ consciência moral ]

O que significa “perder a consciência”?

Consciência Psicológica

1. Perder a consciência é perder o sentimento de existência de nós mesmos e do mundo. Quando estamos despertos, esse sentimento acompanha todos os nossos atos. Trata-se da consciência psicológica, que é o conhecimento de nós mesmos: temos consciência de existir, temos consciência de nossos estados psíquicos, de nossas lembranças e sentimentos. Temos também consciência de que há livros sobre a mesa, de que o dia está chuvoso ou ensolarado. Portanto, a consciência psicológica revela, pois quem somos, o que fazemos e que o mundo nos rodeia.





Consciência Moral

2. “Agir de acordo com sua consciência”, trata-se da consciência moral, aquele pensamento interior que nos orienta, de maneira pessoal sobre o que devemos fazer em determinada situação. Antes da ação, a consciência moral emite seu juízo como uma voz que aconselha ou proíbe. Após a realização da ação, a consciência moral se manifesta como um sentimento de satisfação (força recompensadora) ou arrependimento (força condenatória).

A consciência psicológica e a consciência moral estão relacionadas. Na realidade, se o problema moral se estabelece para o homem é porque, inicialmente, ele tem consciência psicológica. Se todos os seus atos fossem desencadeados pela pressão dos instintos ou dos hábitos, se o homem não tivesse consciência do que faz, não existiria o problema moral. A consciência moral, portanto, pressupõe a consciência psicológica.

O animal não possui consciência psicológica, porque, para cada situação que se apresenta, encontra uma resposta pronta nos seus reflexos instintivos ou nos automatismos de adestramento. Sentindo fome, busca necessariamente alimento. Situação diferente ocorre com o homem. Se ele sente fome, pode não comer por outra motivação: jejum de protesto, regime etc. Portanto, ser consciente significa não apenas ter o conhecimento de nós mesmos e compreender o que está ocorrendo em nosso redor, mas também perceber que podemos agir de diversas maneiras, planejando o que irá acontecer.

Exemplo: um atropelamento. De imediato, o motorista toma consciência da situação. Em seguida, pelo menos dois comportamentos são possíveis: socorrer a vítima ou fugir. Considerando as normas e valores recebidos da família, da escola, do meio social e econômico em que vive, o motorista toma a decisão que considera adequada, tornando-se responsável, moral e socialmente pela atitude escolhida. Mas, na hipótese de um choque tão violento que faça o motorista desmaiar (perder a consciência), é certo que nenhum comportamento se seguirá de sua parte.

Para decidir, escolher, enfim para exercer sua liberdade, o homem precisa estar consciente. Não há, pois, liberdade sem consciência. Enquanto a consciência psicológica possibilita ao homem escolher, a consciência moral, com seus valores, normas e prescrições, orienta a escolha.

Consciência - Liberdade - Responsabilidade

_______________________________________
Fonte: CORDI. SANTOS (VÁRIOS AUTORES). A moral nossa de cada dia, in: Para Filosofar. São Paulo, 3ª edição. p. 42 e 43.

Um comentário:

Vinícius Ribas disse...

Leo tava estudando aki pra sua recuperaçao e acabei achando seu blog
Me ajudou mt
Vlw leo

Pensamentos

"Conhece a ti mesmo." Sócrates --"A linguagem é a morada do Ser." Heráclito -- "O homem é a medida de todas as coisas." Protágoras -- " Penso, logo existo. " René Descartes -- " O Mundo é minha representação sobre ele. " Artur Schopenhauer -- " Ai ai, o tempo dos pensadores parece ter passado! " Soren Kierkaard -- "Sobre aquilo que não pode ser dito deve se calar.” Ludwig Wittgenstein -- "O Ser é um horizonte de possibilidades." Martin Heidegger -- "A essência precede a existência." Jean Paul Sartre -- " A esperança floresce senão sobre o solo do desespero. " Gabriel Marcel "A razão e a sabedori falam. O Erro e a ignorância gritam." Sto. Agostinho "A melhor lição é o exemplo." Sto. Agostinho