sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

BEBIDA, DIREÇÃO E ADRENALINA

Venho através deste declarar que estou apavorado com o trânsito nas ruas e estradas de meu querido estado de Minas Gerais, mais precisamente, estou com medo e pavor do trânsito no Brasil. Quanta imprudência por parte dos motoristas e motociclistas vemos nas ruas, ultrapassagens em faixa dupla, quanta pressa e velocidade em pequenas ruas e  avenidas. A embriagues ao volante é frequente, hoje ainda há aqueles que afirmam "dá nada pra mim", uma expressão símbolo da impunidade que está na boca de crianças e adultecentes (nem adolescente e nem adulto) no Brasil.

Hoje de madrugada um jovem de 24 anos, Gustavo Henrique Oliveira Bittencourt, esteriótipo de um playboy, com um carro importado em alta velocidade e com o corpo absorvido pelo álcool, em alta velocidade e na contra-mão veio de encontro com um outro veículo, tirando a vida de Fernando Paganelli de Castro, um chefe de família que se dirigia ao trabalho, Gustavo Bittencourt fugiu de táxi  deixando latas e garrafas long neck de cerveja e um amigo acidentado no banco de trás de seu possante, porém esqueceu sua carteira com identidade e carteira de habilitação nos destroços, tudo isso numa das avenidas que mais movimentadas de Belo Horizonte a av. Raja Gabaglia. Gustavo chegou a ser preso pela polícia longe do local do acidente, porém foi solto.

Já perdi as contas de quantos amigos morreram em acidentes de carros e motos, vale lembrar de um amigo Ângelo dos Reis, que morreu no ano passado, acidente de moto, cujo o réu que estava trêbado no seu veículo e avançou o sinal na avenida Portugal - na região da Pampulha - atingindo a moto do meu amigo com a sua namorada.

Penso dez vezes antes de viajar de carro nas estradas. Há ainda aqueles que constantemente abusam da velocidade de seus possantes, porque é prazeroso pisar fundo no acelerador, quase um esporte, sensações de perigo que lembram a morte, um gozo muito caro, diz Freud. Infelizmente, esse fato vem ocorrendo em todo o Brasil. Veja alguns dados:
- 42.000 pessoas morrem por ano vítimas de acidente de trânsito no Brasil
- 24.000 pessoas morrem em razão de acidentes nas estradas
- 13.000 morrem no local do acidente e 11.000 são feridos graves que morrem posteriormente

Esses dados equivalem à queda de um boing 727 com 400 passageiros por dia no período de um ano, já pensou nisso?


Cuidado para seu carnaval não se transformar numa carnificina! 



Pensamentos

"Conhece a ti mesmo." Sócrates --"A linguagem é a morada do Ser." Heráclito -- "O homem é a medida de todas as coisas." Protágoras -- " Penso, logo existo. " René Descartes -- " O Mundo é minha representação sobre ele. " Artur Schopenhauer -- " Ai ai, o tempo dos pensadores parece ter passado! " Soren Kierkaard -- "Sobre aquilo que não pode ser dito deve se calar.” Ludwig Wittgenstein -- "O Ser é um horizonte de possibilidades." Martin Heidegger -- "A essência precede a existência." Jean Paul Sartre -- " A esperança floresce senão sobre o solo do desespero. " Gabriel Marcel "A razão e a sabedori falam. O Erro e a ignorância gritam." Sto. Agostinho "A melhor lição é o exemplo." Sto. Agostinho